O velho e a jovem

Há alguns meses uma amiga minha estava triste devido a um amigo dela que havia falecido, ela é uma pessoa especial para mim, então decidi montar um conto para tentar alegra-la, gostaria de compartilhar esse conto aqui.

 

Caminhando pela cidade um senhor de idade viu uma jovem tristonha sentada em um banco na praça em que ele caminhava.
O velho se aproximou da jovem.
– Por que desse olhar melancólico?
A jovem, de cabeça baixa, respondeu:
– A tristeza assola meu coração, você senhor, que és tão vivido, sabe qual o sentido da vida?
O velho sentou-se no banco ao lado da jovem
– O sentido da vida é algo inexplicável, para cada pessoa há um motivo diferente. Isso é algo que devemos procurar nós mesmos.
– Senhor, não sei como procurar? E além do mais, como isso curará meu coração?
O velho homem olhou para o céu, contemplando através das folhas do Ipê Rosa o céu azul.
– Você sabe no fundo como começar a procura, você possui todo o material para isso, sentimentos, gostos, sonhos e principalmente pessoas que sempre estarão a seu lado. E sobre a cura da
dor, bem isso é algo que irá cicatrizar com o tempo, já vivi muito, vi parentes e amigos morrerem, a morte de minha esposa foi a dor mais terrível que passei, porém, com o tempo, percebi que enquanto essas pessoas estiverem em minha memória e em meu coração nunca estarão realmente mortas, as lembranças de todos eles são o remédio que cicatriza o coração.
– Minha mente está confusa, não consigo pensar, não consigo sentir nada além de tristeza.
O senhor se ajeitou no banco
– Jovenzinha, o que atrapalha seus pensamentos não é só a dor, as boas lembranças vem e vão em meio a essa tristeza, não deixe isso na cabeça, jogue as memórias para o coração e a tristeza se dissipará.
– Como faço isso?
– É mais simples do que parece, junte todas as boas memórias e sorria, mesmo que no começo seja forçado, logo ele virará verdadeiro e aí você saberá que você as guardou no coração.
A jovem levantou a cabeça
– Então assim as levarei para o resto da vida?
– Elas serão imortais, portanto que sempre lembre delas com alegria, pois isso que aqueles que se foram desejam, que você seja feliz, que siga sua vida e seus sonhos, eles serão eternamente gratos por todo o carinho que dedicou a eles, e as boas memórias que eles deixam são uma maneira de recompensar tudo isso, é uma maneira de você achar alegria nos momentos difíceis, elas te mostrarão que nunca estará sozinha, sempre terá alguém junto a você, te darão lições de vida e te ajudarão a moldar a pessoa que você vai ser.
– Então o que devo fazer?
– Viva, você não deve esquecer dos que amou, porém não deixe a tristeza que veio junto a morte destes atrapalhá-la, o importante é o agora e o amanhã, o passado é um local que você tira lições da vida e lembra de bons momentos, como um baú. Agora minha jovem, vá pra casa, fique junto de sua família, saia com os amigos e sempre lembre-se do que te ensinei aqui.
– Sempre lembrarei, levarei uma vida feliz e darei orgulho a todos, vivos ou mortos, pois eles que me tornaram o que sou. O mínimo que posso fazer por eles é honrar sua memória. Agora senhor, se me der licença voltarei para casa.
A garota levantou-se e foi para sua casa, levando com si tudo o que o senhor a ensinou.
O Velho olhou para o céu e pensou consigo mesmo “que um dia minha jovem, passe isso adiante, como meu pai me passou”

Anúncios